+55 (71) 3014-6466 [email protected]

O CSB atualizou os fatos do acidente ocorrido em 27 de novembro de 2019, onde três pessoas ficaram feridas e houve  grandes danos às instalações.

O produto envolvido no acidente foi o 1,3 butadieno, matéria prima para a fabricação de borracha sintética. Esse produto é inflamável e altamente reativo. Na presença de oxigênio forma peróxido de butadieno que pode causar fogo e explosão devido a sua instabilidade.

O peróxido de butadieno pode ser o iniciador para acelerar a formação de flocos de polímero em função do aumento de temperatura. Esses flocos, quando em grande quantidade, se expandem fortemente e podem provocar rupturas, principalmente em tubulações. A forma de evitar a polimerização é o controle da entrada de ar no processo.

O acidente ocorreu devido a ruptura de uma tubulação causada por formação de flocos de polímero. Houve vazamento de cerca de 13,6 toneladas de produto em 50 segundos, tendo como efeito várias explosões que resultaram em ferimentos em pessoas e danos severos na unidade operacional. Continue lendo…

Tendo interesse em mais informações sobre o butadieno leia este material da American Chemistry Coucil.

Análise de risco é uma excelente ferramenta para identificar esses tipos de perigos e ajudar a adotar ações para reduzir ou controlar os riscos.

Precisando de ajuda, entre em contato com a ECS Consultorias.

Veja um pequeno vídeo abaixo sobre o acidente.